to top

Olhares sobre a pele

Uma vez alguém, não me lembro quem, me perguntou se eu sofria preconceito nos meus relacionamentos amorosos. Hoje lembrei dessa pergunta e voltei a pensar nesse assunto.

Logo que fui diagnosticada tive o azar de começar a namorar um jovem de Pirituba, bairro onde morei grande parte da minha vida, ele dizia não ter problemas com a doença, mas era comum ouvir comentários com um certo tom de alerta “São poucas manchas, então tudo bem!”. Não perdia a oportunidade de mostrar para todos os amigos em comum a minha pequena mancha do polegar esquerdo, buscando aprovação para continuar o namoro. Como ninguém merece se relacionar com um cara desses o namoro não durou muito. Mas ele foi o único com preconceito.

Ao contrário do moço de Pirituba, meu último namorado ficava bravo quando eu começava algum tratamento, sempre dizia que eu não precisava passar por isso, que era linda com as minhas manchinhas. Ele enxergava o vitiligo como algo nosso, que de uma certa forma representava não só a minha força como o nosso amor, já que diariamente ele olhava, beijava e segurava na minha pele.

Nesses longos 12 anos já me envolvi com quem via lindos desenhos, quem não se comovia com as minhas lamentações, quem não gostava dos meus tratamentos e a forma como a pele ficava sensível, os que nem sabiam o que era esse “tal” vitiligo, um que antes de se aproximar achava que eram queimaduras de limão, o que dizia que a pele era tão delicada como a minha personalidade.

Hoje, ouço que minha pele é motivo de fetiche e que é bonito eu escrever sobre e me aceitar como uma mulher real sem tentar ser perfeita.

Adoro todas as definições e olhares positivos. Por isso se alguém que você alimenta algum afeto demonstrar algum preconceito, não aceite achando que a culpa é sua! Tem muita gente legal por aí! E acredite, o vitiligo nunca me impediu de ficar com quem eu quero! 😉 Espero que assim como eu, você também tenha chance de passar por lindos e diferentes olhares sobre a sua pele.

(foto: Bruna Sanches)

Bruna Sanches

Sou editora de arte, divido meu tempo entre revistas, fotografias e trabalhos manuais. Tenho vitiligo desde o 18 anos e hoje transformei a minha pele em motivo de orgulho.

  • Rodrigo Vilalba

    Você é linda, plena e integral assim, exatamente como você é. Fui e continuo sendo um admirador de sua força e beleza! Muito amor e vida longa a esse projeto maravilhoso!

    janeiro 19, 2017 at 9:05 am Responder
  • Cotton On promo code

    I am in awe of this quality unique content. You may not know how rare that is in today¡¯s writing world. Your points of interest in this article almost match my own thoughts. Thank you.

    janeiro 30, 2017 at 3:05 pm Responder

Deixe um comentário